Área Restrita:

Academia distribui gratuitamente mais de 1500 livros 26ª Convecon

A Academia Paulista de Contabilidade – APC marcou seu nome na história da Contabilidade, durante a  26ª Convenção dos Profissionais da Contabilidade do Estado de São Paulo – Convecon, por meio de palestras de grande valor aos profissionais da área, e do lançamento da obra “Acadêmicos explicam os Pronunciamentos Contábeis – Contribuição da Academia à disseminação do Conhecimento Técnico”, que foi distribuída gratuitamente para os participantes do evento.

Ao todo foram entregues mais de 1500 exemplares do livro aos profissionais, empresários e estudantes da Contabilidade que participaram dos três dias da 26ª Convecon. Para os que não tiveram a oportunidade de ir ao evento,  a versão eletrônica e interativa do livro (e.book) está à disposição no site da entidade. www.apcsp.org.br.

Para o presidente da Academia, Domingos Orestes Chiomento, que fez o lançamento oficial da obra, em uma noite de autógrafo, no dia 05, no estande do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo-CRCSP, onde os Acadêmicos autores autografaram o livro,  esta iniciativa, que teve o apoio de todo o nosso quadro de Acadêmicos, dos 19 que elaboraram os textos técnicos e dos demais, que estiveram conosco durante todo o processo de elaboração da obra, representa a nossa contribuição para o conhecimento técnico e científico dos profissionais que atuam na Contabilidade, mesmo porque esta valiosa obra já está sendo utilizadas em algumas instituições de ensino de Ciências Contábeis. Isso muito nos alegra, porque percebemos que estamos cumprindo a nossa premissa que é disseminar o conhecimento.”

Palestras

Como uma das Entidades Congraçadas da Contabilidade do Estado de São Paulo, e portanto uma das organizadoras da 26ª Convecon, a Academia Paulista de Contabilidade contribuiu com a realização de cinco importantes palestras, proferidas ou mediadas por seus Acadêmicos.  Entre elas: “Psicologia social e neurociência aplicadas a ética profissional” com a explanação dos palestrantes, Elionor Jreige Weffort e Ana Maria Roux Valentini Coelho Cesar e moderação do Acadêmico Alexandre Sanches Garcia e Palmira Leão de Souza. O “Uso de tecnologias digitais na auditoria governamental”, também foi debatido pelo palestrante Ricardo Kengi Uchima, com moderação do Acadêmico, Valmir Leôncio da Silva.

Ética e Reforma Tributária  e Contabilidade Exponencial

 

Ética e Reforma Tributária  e Contabilidade Exponencial

No  terceiro dia de atividades,6, a Academia  apresentou quatro importantes palestras. Iniciou o dia com o tema “Dilemas éticos na Gestão Empresarial 4.0”, proferida pelo Acadêmico Idésio Coelho, vice-presidente Técnico do Conselho Federal de Contabilidade - CFC com a moderação da Acadêmica Angela Zechinelli Alonso.

Na ocasião, o palestrante  falou dos valores empresariais e como alcançá-los, enfrentando os desafios da corrupção, além de salientar a importância da ética dentro do ambiente empresarial.

“As empresas devem estabelecer o compromisso com a verdade, fazer o que é certo, estar engajada com o interesse público, buscar o fortalecimento e inovação da profissão, transparência e o desenvolvimento pessoal continuado”, enfatizou Idésio, aconselhando os profissionais a  “trabalharem em empresas que fazem parte dos seus princípios éticos”.

Outro tema de grande destaque foi a “Reforma Tributária” ministrada pelo Acadêmico e tributarista João Miguel da Silva e pelo economista Paulo Rabello de Castro, presidente do Instituto Atlântico. A palestra foi moderada por Reynaldo Pereira Lima Jr, presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo Sescon-SP e da Associação das Empresas Contábeis do Estado de São Paulo - Aescon-SP.

O professor Miguel Silva e o economista Paulo Rabello  fazem parte da Comissão Especial da Reforma Tributária na Câmara sobre a PEC 45/19 do deputado Baleia Rossi (MDB-SP).

Miguel Silva abriu a exposição expondo alguns pontos que podem ser melhorados na PEC 45/19, e alertou sobre a promessa original equivocada de que o IBS terá uma alíquota única, quando na verdade permite a variação do valor de acordo com o interesse de estados e municípios resultando na possibilidade de 5.570 alíquotas distintas no País.

A reforma tributária é algo complexo, o primeiro passo para colocar em prática o tema, segundo o tributarista, é decidir o que não se deve fazer. "Uma coisa é simplificação tributária, outra coisa é tratar de forma simplória um tema complexo", garantiu.

Segundo ele, a proposta Baleia Rossi cria uma distorção tributária que chamamos de “imposto zumbi”. O contribuinte conviverá com cinco tributos do antigo sistema ao longo de uma década inteira e dois novos tributos – IBS e Seletivo federal – criados para substituir os zumbis, disse Miguel Silva.

Paulo Rabello de Castro apresentou soluções práticas como a Operadora Nacional da Distribuição da Arrecadação - ONDA, que vai proporcionar segurança e praticidade na distribuição de receitas entre a Federação os  Estados e Municípios.

Para encerrar as atividades do dia o tema em destaque foi os “Desafios da Contabilidade no mundo exponencial” que contou com a explanação do renomado contabilista brasileiro Eliseu Martins ao lado do também palestrante Eric Aversari Martins. Essa atividade contou com a moderação do Acadêmico José Donizete Valentina.

E para finalizar as atividades do evento, o tema abordado foi “A Contabilidade como garantia da condição de imunidade e isenção das entidades do Terceiro Setor”, ministrada por Júlio Martins e moderada pelo Acadêmico Joaquim Carlos Monteiro de Carvalho.

" Precisamos entender o negócio do nosso cliente, porque a Contabilidade no Terceiro Setor tem nuances diferentes quanto ao seu enfoque. Assim é necessário saber como é feito o atendimento, em quais áreas ele atua. É preciso compreender em qual classificação legislativa ele se enquadra para saber de quais benefícios tributários ele pode gozar”, afirmou Martins.

 

Assessoria

DE LEON COMUNICAÇÕES

www.deleon.com.br

 

Texto: Assessoria de Comunicação

Fotos: Assessoria de Comunicação

Edição: Lenilde Plá De León