Área Restrita:

Acadêmicos apresentam sugestões à classe contábil em reunião virtual

A Academia Paulista de Contabilidade- APC realizou, nesta terça-feira, dia 05, sua primeira reunião em ambiente virtual, por causa do isolamento obrigatório, ocasionado pela pandemia do coronavírus.

O presidente Domingos Orestes Chiomento abriu os trabalhos agradecendo ao Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo – CRCSP por disponibilizar a ferramenta para a realização da live.

Mais de 30 Acadêmicos apresentaram encaminhamentos que visam maior envolvimento da Academia com a sociedade, neste momento de pandemia em que a profissão está sendo muito exigida e valorizada, com sugestões voltadas ao setor público, às empresas de capital aberto e às micro, pequenas e médias empresas.

 

Contas Públicas

Os Acadêmicos em sua maioria defenderam maior atuação da Academia no setor público, em especial Adriano Gilioli, Eurípedes Sales e Hatiro Shimomoto, o qual sugeriu a criação de cursos de nível superior em Auditória Pública.

Luiz Fernando Nóbrega disse que vivemos um cenário semelhante ao que aconteceu com a construção dos estádios de futebol, quando as contas públicas ficaram totalmente desajustadas. “Os profissionais da Contabilidade, mais uma vez, estão sendo convocados para ajudar a elaborar relatórios contábeis e informações para a sociedade".

Claudio Avelino Mac-Knight Filippi reforçou o argumento dizendo que a pandemia trouxe prejuízos já assumidos e outros previstos. Segundo ele é preciso mostrar estes desvios à sociedade dividindo o trabalho de esclarecimento com outros órgãos da classe como  o  Instituto dos Auditores Internos - Ibracon e o Conselho Federal de Contabilidade - CFC, para que possamos apurar os desvios do dinheiro publico e  apresentar à sociedade.

 

Grandes Empresas

Já o auditor Eduardo Augusto Rocha Pocetti lembrou que os contadores estão sendo muito exigidos também pelas empresas de capital aberto, no sentido de preverem maior acertabilidade na apresentação de suas contas.  O que teve total concordância dos Acadêmicos Jorge Roberto Manoel e Clóvis Ailton Madeira, o qual disse: “Um dos pilares da governabilidade é a prestação de contas, sem os relatórios contábeis as empresas não podem tomar nenhuma decisão”.

 

PMEs

Já Antoninho Marmo Trevisan alegou que as pequenas e médias empresas, que mais de 3.500 estabelecimentos, estão sofrendo com os efeitos da pandemia. “Nos não temos tempo de discutir quando e como ir à luta, precisamos resolver os problemas que nos afligem agora. É o momento de mostrar que estamos acesos  e ligados e apresentar um plano com ações imediatas, a médio e longo prazo para ver como podemos ajudar as micro e pequenas empresas”, comentou.

Argumento que teve a concordância de Irineu De Mula. Segundo ele, “a lição que fica de todo este caos é a importância do trabalho do contador, que irá ajudar a reestruturar a nossa economia que está em frangalhos”.

 

Defesa da classe

O Acadêmico, presidente do CRCSP José Donizete Valentina lembrou da essencialidade da profissão o que foi motivo de polêmica nos últimos dias. Segundo ele, “a Contabilidade é ao mesmo tempo um serviço de caráter público e de suporte à iniciativa privada, e portando os escritórios de Contabilidade não poderiam ficar fechados durante a pandemia”.

Por sua vez, o acadêmico Sergio Simonaglio reforçou a necessidade de maior troca de informação com os estudantes, a fim de sensibiliza o público do futuro. “É preciso explicar a Contabilidade tal como a conhecemos e exercemos, que é uma Ciência humana econômica e de finanças. Eles precisam ter uma noção da realidade do que somos, para poder se apaixonar pela profissão, assim como nós fazemos”.

João Aleixo disse que “estamos sentados sobre um barril de pólvora” diante das responsabilidades profissionais. “Todos os dias somos obrigados a lidar com uma enorme gama de leis, decretos-leis, normas e portarias, as quais precisamos entender, interpretar e aplicar de forma absolutamente correta, porque tudo o que fazemos fica registrado por cinco anos”.

 

Encaminhamentos – novo livro e Encontros com Acadêmicos

A Acadêmica, Angela Zequinelli Alonso, coordenadora editorial do livro “Acadêmicos explicam os Pronunciamentos Contábeis” falou sobre a segunda edição da obra, que já está sendo produzida pelos Acadêmicos e anunciou a volta do Encontros com Acadêmicos, no formato virtual, a partir deste mês de maio.  

Dizendo–se entusiasmadíssimo com a reunião virtual, o vice-presidente José Serafim Abrantes, argumentou que o encontro não ficou a dever nada às reuniões presenciais e que o padrão poderá ser adotado nos próximos meses.

O presidente Domingos Orestes Chiomento que conduziu os trabalhos, finalizou reforçando que os desafios deste momento são imensos, mas que também a classe contábil está diante de uma oportunidade de ouro para mostrar o seu valor à sociedade. “Agora com as novas tecnologias e facilidades vamos nos encontrar mais frequentemente para discutir e buscar as saídas que precisamos”.

 

ASSESSORIA

DE LEON COMUNICAÇÕES