Área Restrita:

Trevisan fala de Ética Empresarial na última edição do ano do Encontro com Acadêmicos

 

No dia 26 de novembro a Academia Paulista de Contabilidade - APC e o Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo - CRCSP realizaram em conjunto, a 7ª  edição do Encontro com Acadêmicos, para fechar o ano de 2018. O evento teve  o objetivo de debater  a ética no ambiente empresarial, bem como apontar as expectativas para o cenário político e econômico que se avizinha no Brasil.

 

Os trabalhos tiveram início com as palavras de Domingos Orestes Chiomento,  presidente da APC,  que na ocasião relembrou a história da Academia e agradeceu a todos pela presença. “Eu sou muito grato pela oportunidade de fazer parte desse momento, que tem por finalidade disseminar conhecimento e agregar, de maneira muito positiva, ainda mais valor à vida profissional de todos os contabilistas”.

 

A palestra foi conduzida pelo  renomado Contador e Acadêmico, Antoninho Marmo Trevisan que elucidou sobre os principais desafios da Classe Contábil, ao colocar o conservadorismo que ronda a profissão como o principal deles, afirmando que os profissionais devem aceitar as diferenças dos seus clientes para que seja possível manter um relacionamento saudável, sem julgamentos. Parafraseando o poeta português, Fernando Pessoa, disse: “Se você quer fazer negócio, em primeiro lugar  deve enxergar as pessoas como elas são”, enfatizou Trevisan.

 

A coordenação do Encontrou ficou a cargo do contador  José Donizete Valentina, vice presidente do CRCSP e Acadêmico da APC, ocupante da cadeira Nº10 cujo Patrono é Hirondel Simões Luders, que muito contribuiu com as suas intervenções e condução do tema.

 

Ao falar sobre a importância da ética para uma empresa,  o palestrante alertou que ela é determinante para que uma companhia consiga ter reconhecimento no mercado sem ter o seu valor depreciado.

 

Sobre o futuro da profissão Contábil, o palestrante se mostrou otimista, principalmente no tocante à formação de uma equipe econômica liberal do próximo governo o que, segundo ele, significa uma grande abertura para o trabalho dos contadores, fazendo com que seja possível uma maior análise de problemas que necessitam de resolução imediata, como por exemplo, o déficit nas contas públicas.

 

Antoninho  Marmo enfatizou, sobre o atual momento do País,  que a política está se adaptando à tecnologia, acha vista o que tem feito o presidente eleito, cujos discursos e pronunciamentos são disseminados através das mídias sociais, facilitando a comunicação direta com o público e  não mais com as entidades. Isso é uma lição importante que os profissionais da Contabilidade não devem ignorar.

 

“É necessário superar os desafios para conseguir adquirir o conhecimento” e com essa frase, foi encerrada a última edição de 2018 do Encontro com Acadêmicos.

 

Presenças

 

Diversos Acadêmicos prestigiaram a realização do 7º Encontro com Acadêmicos, como: José Serafim Abrantes, ocupante da cadeira nº21, cujo patrono é Ataliba Amadeu Sevá; Ireneu De Mulla, Cadeira N°38, Patrono Hilário Franco; Angela Zechinelli Alonso, Cadeira Nº35, Patrono Iris Miguel Rotundo; Claudio Avelino Mac-Knight Filippi, Cadeira Nº13,  patrono Joaquim Monteiro de Carvalho; Gildo Freire de Araújo,  Cadeira Nº5,  Patrono Januário Sylvio Pezzotti; Eurípedes Sales, ocupante da Cadeira Nº44, de Patrono Emílio Bacchi e o diretor suplente do Sindicato dos Contabilistas de São Paulo - Sindcont-SP, Takeru Horikoshi.